sexta-feira, 29 de abril de 2016

quinta-feira, 28 de abril de 2016

boa noite. *


Sim, sou um bocadinho viciada no Ed Sheeran... 
:)

O dinheiro, o dinheiro, o dinheiro

Sempre o dinheiro!
GRRR

Li algures, não me recordo bem onde, que nos matamos a trabalhar para, lá está, ter dinheiro, mas quando nos falta saúde, não temos dinheiro para nos tratarmos! E isto é tão, mas tão verdade... Infelizmente, basta olharmos à nossa volta para constatarmos tal realidade; Quantas pessoas se descuidam com os cuidados dentários, por exemplo? "Logo vou tirar o dente do siso", "Dói-me o dente, mas não deve ser nada; Isto logo passa", até que o dente se parte e é um trinta e um!... Quantas pessoas adiam as idas ao oftalmologista mesmo tendo plena consciência que não estão a ver em condições? Quantas pessoas se sentem perdidas, incapazes de lidar com o stress e não podem procurar ajuda nem psicólogo ou num terapeuta adequado devido ao elevado preço das consultas? E até, quantas pessoas evitam ir às urgências para não gastar mais dinheiro? Quantas pessoas não fazem exames com regularidade como é indicado por todos os especialistas? E quantas mulheres adiam as idas ao ginecologista? Quantos problemas de saúde poderíamos evitar caso houvesse dinheiro para fazer tudo certinho e direitinho? Quantas vidas podiam ser salvas? 

O acesso à saúde será sempre um assunto delicado e polémico. Mas, e se pensássemos no nosso dia-a-dia: Quantos de nós gostávamos de mudar de casa e não o fazemos porque não temos dinheiro para tal? Ou trocar de carro, por exemplo? Quantos de nós gostávamos de viajar e não o fazemos porque não temos dinheiro para tais aventuras? Ou simplesmente para ir jantar fora naquela data especial, comprar aquele presente de aniversário que o/a filho/a tanto pedem ou até têm os trocos tão contados que não podem sequer comprar aquele doce que a criança pede no supermercado? 

São situações destas que nos dão que pensar e repensar e dar voltas e voltas na cama antes do sono chegar. Oh, se dão!... Estaremos mesmo a dar importância ao que realmente importa? Mas afinal, o que é que tem mais importância? 

Imagem retirada do Facebook 'Sou Mochileiro'

Bom dia Quinta-feira *


quarta-feira, 27 de abril de 2016

Escrever

Tal como verbalizar é importante, escrever também o pode ser. Às vezes quando as palavras nos faltam (ou até quando a voz nos falha!) mas sentimos aquela necessidade de deitar cá para fora, porque não agarrar numa caneta e pôr tudo no papel? Ou puxar uma cadeira, sentar à frente do computador e escrever, escrever, escrever?

Mesmo que ninguém vá ler o que escrevemos, o importante é que ao fazê-lo tornamos tudo aquilo real. Desabafamos. Deitamos cá para fora e podemos sentir-nos aliviados e leves. 

Upps...

Saímos de casa para passear. Ao chegar, no elevador tirei logo a trela ao Alfredo que correu para a porta de casa, assim que o elevador parou. Ficou a olhar para mim e eu brinquei: "E agora? A dona não tem as chaves". Tirei o molhinho pequeno que tinha posto no bolso das calças e ao deparar-me com aquelas 3 chaves da casa de Olhão (!!!), disse: "Não tem mesmo"
:)

uma doce quarta.feira *

terça-feira, 26 de abril de 2016

A Felicidade é... #19

... meditar.



Verbalizar

Às vezes é preciso falar alto. Largar os pensamentos e falar. Verbalizar para nos fazermos ouvir e para nos ouvirmos a nós próprios. Quantas vezes já perdemos horas a pensar numa situação, até adormecemos e voltamos a acordar a pensar no mesmo, mas só quando alguém nos pergunta "O que se passa?", é que se dá o tal clique? É aí que verbalizamos o pensamento e, finalmente, nos ouvimos! E ouvir-nos a nós próprios é tão, mas tão importante... 

Eu, por exemplo, gosto de fazer o seguinte: naqueles dias em que o Sol brilha e nos sentimos de coração cheio, gosto de dizer em voz alta: "Sinto-me em Paz. Estou Feliz". Mesmo que ninguém me oiça - seja sentada na varanda ao Sol na companhia do patudo, seja na secretária rodeada de colegas... -, o facto de o dizer, de o ouvir e de o sentir tornam aquele momento ainda mais único e prolonga a sensação de bem-estar. Experimentem. Vão ver que não se vão arrepender.
:)

Bom dia!

E, agora sim, boa semana! 
;)

segunda-feira, 25 de abril de 2016

domingo, 24 de abril de 2016

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Bom fim-de-semana *


A influência do tempo

Irei continuar sempre a defender que o estado do tempo influencia, e muito, o nosso estado de espírito. Não é à toa que dizemos que nos dias de chuva devíamos ficar em casa; Definitivamente, devíamos mesmo! A chuva em demasia torna os dias cinzentos, complicados, deixa-nos agitados e incomodados, e apesar de parecer que passa depressa, leva-nos energia. Já os dias de sol enchem-nos o coração, aquecem a alma! Não há nada melhor que acordar com o sol a espreitar pela janela e ver um céu azul radiante. Ok, ok, a chuva também tem o seu encanto. Mas quantos de nós preferem ir trabalhar num dia chuvoso, em vez de ficar no sofá a ler um livro, ver um filme ou dormir uma sesta? Pois... 
:)

O Sol é tudo de bom! O Sol ilumina; Torna tudo claro. O Sol é radiante e dá-nos energia e vontade de aproveitar o dia ao máximo! E a Vida também não é para ser aproveitada ao máximo? 
:)

PS- Por isso é que é muito importante sermos Luz num dia de chuva. É iluminar quem nos rodeia, é termos Luz própria e marcarmos o mundo pela diferença.


a minha companhia

... de todas as refeições!


:)

Bom dia Sexta-feira!

Já cheira a fim-de-semana... prolongado!
YEAH


quinta-feira, 21 de abril de 2016

boa noite.

#peaceful
#grateful
#newme
#itsanewlife

Vai-te embora chuva!

Mas porque é que quando consegues, finalmente, convencer o marido a ir caminhar contigo, calças as sapatilhas, preparas o patudo para vir também, e chegas à rua... começa a chover??? PORQUÊ?

AHHH 

Aquele momento em que... #35

... vais aquecer a tua ma-ra-vi-lho-sa bolonhesa de soja no refeitório e, mesmo no microondas ao lado do teu, alguém está a aquecer frango assado!!!
AHHH

Primavera, para quando?

Uma pessoa acorda e, ao contrário do que era esperado, até está sol e faz algum calorzinho! Mas depois quando sai de casa começa a chover!!! 
PORQUÊ?!
AHHH

O pequeno-almoço perfeito *


Iogurte natural com kiwi e linhaça amarela moída. E um café com canela (como já não pode deixar de ser).

terça-feira, 19 de abril de 2016

Dumbledore

- "Claro que está a acontecer na tua mente, Harry. Mas por que razão há-de isso significar que não é real?"

'Harry Potter e os talismãs da morte', J. K. Rowling (2007)


Presente

O passado já lá vai e o futuro ainda está para vir, por isso temos de aproveitar e viver ao máximo o aqui e agora.;Talvez seja por isso mesmo que se chame presente... 
;)


Boa tarde com Energia!


morning walk

Um hábito que veio para ficar e para se instalar, definitivamente, na minha rotina diária. 


#powerwalking

Aquele momento em que... #34

... passas, exactamente, no meio de um grupo de pessoas para conseguires entrar onde queres, dizes "Bom dia" e ninguém te responde.
-.-'

PIOR é teres de elevar o tom de voz para dizeres, mais uma vez, "Bom dia" e mesmo assim só te responde uma pessoa, e a muito custo!
-.-'

E pior ainda é isso acontecer todos os dias!!!
AHHH
Falta de educação...

segunda-feira, 18 de abril de 2016

*


A minha agenda!

Não me canso de dizer: 
Adoro a minha agenda! *


#mrwonderful

4 em 1

Aquela viagem de carro em que apanhas todo o tipo de estações: sol, calor, chuva, chuva intensa, vento e chuvinha. 
AHHH


Vai-te embora gripe!

Fui atacada por uma valente gripe, como, aliás, já é costume nesta fase do ano em que o tempo fica meio incerto - ainda não é Primavera, Primavera, ainda chove e faz frio como no Inverno, mas depois em certos momentos já parece Verão. 
BAHH

Resultado: fiquei completamente sem voz e, curiosamente, passei o Dia Mundial da Voz sem voz! 
-.-' 

Mas agora que estou prestes a ficar a 100%, toca de arregaçar as mangas e continuar a fazer aquilo que tem de ser feito, e que tanto prazer me dá. 
:)

#momentoslipton
#letsgo



Bom dia Segunda-feira *


sexta-feira, 15 de abril de 2016

boa noite.

Hoje despeço-me com excelentes ensinamentos. 
:)

O meu companheiro de caminhadas



É assim mesmo. Caminha pouco mais do que 30 minutos e dorme várias horas de seguida. E de preferência em cima de mim!!! 
:)

As moedas de 1 e 2 cêntimos

No outro dia, ao almoço, na hora de pagar, decidi ver-me livre de todas as moedinhas de 1 e 2 cêntimos que se vão acumulando na carteira. Qual não é o meu espanto quando o empregado de balcão começa a reclamar porque eu lhe tinha dito que tinha muitas moedas e afinal eram todas moedas de 1 e 2 cêntimos. 
- "Já viu o trabalho que os colegas vão ter ao fazer a caixa no final do dia?", perguntou-me. 
- "Já viu o peso que eu tenho de carregar ao ombro todos os dias por causa dos preços loucos de 98 e 99 cêntimos?", respondi-lhe. 
- "Pois, pois; Tem razão."
- "Se as moedas de 1 e 2 cêntimos existem nas nossas vidas temos de conviver com elas."

Era só que me faltava que não aceitassem um pagamento de 30 cêntimos em moedinhas de 1 e 2 cêntimos! O certo é que após esta situação, decidi livrar-me rapidamente das moedinhas mais pequeninas que tinha em casa. Acredito que todos nós vamos acumulando moedas destas com o passar do tempo; Ou colocamos no móvel da entrada, ou damos aos miúdos que guardam nos respetivos mealheiros, ou até nós próprios arranjamos mealheiros para esse efeito, uma vez que, lá está, é uma chatice andar com aquilo tudo na carteira e/ou nos bolsos [que é o nosso caso, cá em casa]

Assim, decidi abrir os mealheiros que por aqui tínhamos. Não ficámos ricos, longe disso. Mas como o homem me anda sempre a cravar trocos para a máquina do café lá do trabalho, arregacei as mangas e resolvi esse problema. Agora em vez de mealheiros no móvel da entrada, existe esta preciosidade lindinha: 

#homedetails

sê bem.vinda sexta.feira *


quinta-feira, 14 de abril de 2016

Plim, fez-se Luz!


Aqui em casa existem velas e velinhas, de todos os tamanhos, algumas cores, com e sem cheirinhos. Raramente as usávamos, tirando as de cheirinho que usamos com bastante regularidade. Até que um certo dia, fez-se um clique dentro da minha cabeça, o tico e o teco decidiram funcionar e lá pensei: "Mas porque é que compro tantas velas e nunca as uso?". E agora já não queremos outra coisa! Principalmente nas sessões de cinema e séries. 
#homedetails

Let´s Run!

#letsgo

Coisas que se ouvem por aí... #16

"O gato está grávido."
!!!

Olá Quinta.feira!


quarta-feira, 13 de abril de 2016

boa noite *


PS - Está na hora de nos dedicarmos às tais reflexões...

Dança, dança!


Por aqui, há quem aproveite a hora de fazer o jantar para dar um pezinho de dança. Quem se quer juntar?
:)

Em busca de um mundo melhor

O mundo seria um lugar infinitamente melhor se todos interiorizassem o seguinte: "Não faças aos outros aquilo que não queres que façam a ti". Todos já ouvimos isto, certo? Então agora é só colocar em prática. 

Parece simples, não é? Apliquemos a algumas situações: não roubes, não traias, não abandones quem te é querido (incluindo animais!), não violes, não mates... Isto são tudo coisas que, Felizmente, não fazem parte do dia-a-dia da maioria. Então coloquemos a 'teoria' aplicada a situações práticas do comum quotidiano: não mintas nem nas mais pequenas coisas do dia-a-dia como, por exemplo, na clássica pergunta "Estás bem?", não deixes de atender um telefonema daquele familiar chato ou daquela amiga que não vês há séculos e com quem sabes que a conversa se vai prolongar durante horas, porque nunca sabes o dia de amanhã, não deixes nenhuma mensagem sem resposta, não deixes de ir ao tal almoço de amigas ou ao jantar de aniversário porque não sabes como a tua ausência irá influenciar x ou y, não te sintas obrigado/a a fazer isto ou aquilo só para agradar ao mundo quando não vais estar a 100% nem dar o teu melhor, não expresses a tua frustração ou os teus problemas aos gritos porque os outros também têm os seus problemas, não  fales torto se queres que te tratem bem, não inferiorizes terceiros para te sobrevalorizares, não ignores se não queres ser ignorado, não descarregues os teus problemas e dores nos outros que, provavelmente, nem são os culpados, não fales sem pensar porque podes dizer coisas que não queres ou usar um tom inadequado, não provoques se não queres ser provocado, não segredes perto dos outros se não queres que segredem perto de ti... E por aí fora; Podia ficar aqui até amanhã...

Já sabemos que o mais importante do mundo é tratarmos bem de nós próprios. Mas o mundo é composto por todos nós. Por isso, tenhamos um bocadinho mais de atenção aquilo que fazemos no dia-a-dia e na influência que as nossas atitudes podem ter naqueles que nos rodeiam e nos que nos são queridos. Tiremos cinco minutos do nosso super atarefado dia e pensemos: "Se eu gosto de ser bem tratado, que me falem bem e que conversem comigo, de ser afectuoso e acarinhado, de rir, de chegar ao final do dia e sentir que aquele não foi só mais um dia, mas foi, sim, um dia bem passado. Porque motivo não hei-de fazer com que os outros o sintam também?". E depois façam ainda o seguinte exercício: "Será que hoje tratei os outros como gostava de ser tratado?"

Não sou perfeita e não procuro que o mundo o seja. Eu também já errei e ainda irei errar durante esta minha caminhada. Mas o mais importante é reflectir nesses erros e pensar naquilo que posso (e devo) melhorar. Depois, então, é esforçar-me para que realmente mude e, pelo menos tentar, influenciar um bocadinho quem me rodeia. E isto tudo porquê? Porque eu ainda tenho esperança num mundo melhor! 


bom dia Alegria!


terça-feira, 12 de abril de 2016

Aquele momento em que... #33

... fazes pela primeira vez uma receita que se chama 'mini-pizzas de beringela', adoras e só quando vais ao wc é que percebes que tens os dentes cheios da parte roxa da beringela!!! 
ahahahah
:)

Tempo

Às vezes tudo o que precisamos é de tempo. Tempo para nos dedicarmos aquilo que nos faz sentir borboletas na barriga. Tempo para dormir até mais tarde. Tempo para cozinhar aquela receita tão simples e tão saborosa que andava a ser constantemente adiada. Tempo para apreciar a paisagem que aquela janela nos oferece diariamente mas para a qual nunca olhamos com olhos de ver. Tempo para reorganizarmos as ideias e arrumar aquela papelada toda que se acumulou. Tempo para ler aqueles artigos que foram sendo guardados dia após dia e de pegar naquele livro que está na estante há mais de um ano! Tempo para fazer as coisas com calma, para olhar para o relógio e pensar: "Como é que já é tão tarde?". Tempo para fazer aquilo que nos apetece e o que não conseguirmos fica para amanhã porque amanhã temos tempo! Tempo para fechar o stress a sete chaves num cofre que nunca deveria voltar a ser aberto. Tempo para nos sentarmos e respirarmos. Tempo para sermos nós próprios. 


boa tarde Alegria!


não incomodar...

... estou ocupada! 
:)


Eu bem estava no computador nos meus afazeres e este doce, volta e meia, vinha pedir atenção. Dava-lhe mais uns miminhos, mas, pelos vistos, não era isso que ele queria... O que ele queria era mesmo era a dona por inteiro para brincar! Então lá foi buscar um dos brinquedos favoritos, como quem diz: "Brinca comigo!". E eu, coração mole, não resisti.
:)

PS - São estes momentos que me fazem ter a certeza que ainda temos muito para aprender com estes purinhos de amor.  

pensamento positivo


;)

segunda-feira, 11 de abril de 2016

boa noite *


(amo esta música)

100 dias

Ou melhor 101, que o de hoje também já cá conta! Já lá vão 100 dias sem comer carne nem beber leite de vaca. E ontem, como não podia deixar de ser, foi dia de festa cá em casa. 
:)

Mas que tempo é este?



Uma pessoa prepara-se para uma semana dos diabos e afinal o S.Pedro sempre nos dá momentos de sol? Sempre nos permite sair à rua e caminhar, e apanhar sol no parque com o patudo? Ainda bem S.Pedro é que esta semana, logo esta semana, não me dava nada jeito aqueles dias cinzentos e escuros carregados de nuvens zangadas e chuvosas. 
:)

Bom Dia!